DDE com o MetaStock 12 Pro em 7 passos

15 de Janeiro de 2013 Deixe um comentário

De modo resumido, o DDE é um recurso do Windows que permite integrar dados entre aplicações Windows.  Através do DDE muitos investidores costumam alimentar suas planilhas Excel com os dados real-time do MetaStock.  Isso acontece principalmente com quem opera opções, pois estas podem ser tratadas com profundidade, através de planilhas personalizadas.

Portanto, vamos explicar abaixo como alimentar o Excel com dados de opções em real-time.  Para ações, a mecânica é idêntica.

Seu MetaStock Xenith deve estar aberto e 0n-line para que isso funcione.

Passo 1 – Dentro do seu Excel, clique no menu “Thomson Reuters”.  Selecione então uma célula livre na planilha e clique no botão “Insert Function”

DDE_tela1

 

Passo 2 – Na janela que apareceu, digite o ativo de seu interesse e clique no botão “Add”

DDE_tela2

 

Passo 3 – Certifique-se que seu ativo foi corretamente identificado, e clique no botão “Next”

DDE_tela3

 

Passo 4 – Selecione os campos de seu interesse (abertura, máxima, mínima, etc) e clique no botão “Add”.  Para selecionar mais de um campo de uma vez, mantenha a tecla Ctrl pressionada.

DDE_tela4

 

Passo 5 – Certifique-se que todos campos necessários foram selecionados, e clique no botão “Next”

DDE_tela5

 

Passo 6 – Clique no botão “Finish”

DDE_tela6

 

Passo 7 – Pronto!  Os campos selecionados do seu ativo aparecerão na sua planilha.

DDE_tela7

 

 

Marcelo Creimer

Anúncios

MultiCharts 8 – Poderoso, rápido, interativo e flexível

18 de Dezembro de 2012 Deixe um comentário

 

MultiCharts

Neste mês começamos a representar a MultiCharts no Brasil.  Ela produz o software MultiCharts, que é um excelente software de análise técnica.

O MultiCharts 8 possui uma quantidade e qualidade de recursos realmente incrível.  Ele é um software moderno, que utiliza todo o poder de processamento do seu computador, rodando em 64 bits e aproveitando todos os núcleos do seu processador.

Destaco alguns dos ótimos recursos:

  • 16 tipos de gráficos
  • Cerca de 300 indicadores/estratégias
  • Replay de dados de mercado
  • Linguagem de programação EasyLanguage ou .NET
  • Back-test de Estratégia ou de Portfolio
  • Otimização Genética
  • Roteamento de ordem
  • Aceita dezenas de serviços de dados (até mais de 1 simultaneamente)
  • Scanner de mercado

Há alta interatividade com tudo que está na tela, e quase tudo é configurável.  Nos últimos anos, o MultiCharts tem recebido diversos premios.  E, como todo software da MCTrade, o cliente conta com nosso suporte em português, gratuito e permanente.

Você pode fazer um test-drive gratuito de 30 dias, ou ainda optar por comprar uma licença temporária de 3, 6, ou 12 meses, até se decidir pela compra da licença permanente.  Mas informações no nosso site http://www.mctrade.com.br/multicharts.html 

multicharts9

Roteamento de ordens

Fibonacci

Fibonacci

multicharts1

Roteamento de ordens a partir do gráfico

multicharts2

Scanner de mercado em real-time

multicharts3

Alerta do scanner de mercado

multicharts6

Exemplo de um dos mais de 200 tipos de relatórios de performance

multicharts10

Back-test de portfolio

multicharts11

Crie suas estratégias através de drag-n-drop

multicharts4

Replay de mercado

multicharts5

Linguagem de programação

multicharts8

Exemplo de estratégia

multicharts7

Gráfico 3D de otimização de estratégia

Experimente este software, tenho certeza que você vai gostar!

Marcelo Creimer

Categorias:MultiCharts Etiquetas:

MetaStock XENITH, o novo nome do Eikon for Retail Traders

20 de Novembro de 2012 Deixe um comentário

O Eikon, recém-lançado software da Equis, sobre o qual já falamos no post abaixo, mudou de nome.  O nome oficial, que era “Thomson Reuters Eikon for Retail Traders” passou a ser “MetaStock XENITH”.  O nome Xenith se origina de uma variação de Zenith, que significa a mais alta conquista, o mais alto ponto, ou estado.

Esta decisão de mudança foi tomada pela Equis para evitar confusões com o produto Eikon que a Thomson Reuters vende para corretoras e investidores instituicionais, e do qual o Xenith se deriva.

O nome Eikon ainda aparecerá no software em si por algum tempo, mas será mudado assim que possível.

É fundamental salientar que trata-se apenas de uma mudança de nome, sendo que tudo o mais que foi dito sobre ele, continua inalterado.

Marcelo Creimer

Categorias:MetaStock Etiquetas:, , ,

MetaStock XENITH – uma poderosíssima ferramenta (até no seu tablet!)

7 de Novembro de 2012 Deixe um comentário

Quem tinha/tem o MetaStock 11 Pro for QuoteCenter, pode ter uma melhor noção do que é o Xenith.  Eu digo “noção” porque o Xenith é tido como uma evolução do QuoteCenter, mas eu diria, com toda honestidade, que não é uma evolução, mas uma revolução.  A quantidade de recursos do Xenith é muito maior, as ferramentas são muito mais fáceis de usar, e você ainda pode acessar o Xenith, com todas suas configurações pessoais, de outros computadores ou do seu iPad (em breve também Android).  Ou seja, aquela sua carteira de acompanhamento que você criou no Xenith no seu computador, estará lá, quando você abrir o Xenith no seu iPad.  E qual o custo adicional para ter o Xenith rodando no seu iPad?  Zero.  Basta você entrar na App Store da Apple, procurar por “MetaStock Xenith”, baixá-lo, instalá-lo, e usar o mesmo login/senha que você usa na sua versão no desktop.

O Xenith pode também ser comprado à parte, sem o MetaStock 12 Pro.  Quem tem o MetaStock 12 Pro recebe o Xenith de graça; mas quem não tem este MetaStock, e quer só trabalhar com o Xenith, pode também.  Na verdade ele não é comprado; você paga apenas o valor mensal do serviço de dados, que é o mesmo valor mensal do MetaStock 12 Pro.

Muito mais que cotações, gráficos e análise gráfica, o Xenith proporciona uma profunda análise fundamentalista do ativo, estratégias em opções, o consenso de recomendações de analistas estrangeiros, a classificação de risco do ativo, estrutura de débito da empresa, e tantas outras informações de empresas e países, que chega a detalhes como os nomes dos principais executivos (atuais e anteriores) da empresa!  E não se esqueça que você pode obter todas estas informações de ativos do mundo inteiro…

MetaStock Xenith no iPad

MetaStock Xenith no computador

Temos um vídeo no nosso canal do YouTube que demonstra algumas funcionalidades do Xenith: http://www.youtube.com/watch?v=FQ0M37CBozo&feature=plcp&noredirect=1

Não deixe de conhecer esta ferramenta, você vai adorar!

Abraços

Marcelo Creimer

Categorias:Geral Etiquetas:, ,

Padrões Gráficos – tipos de busca

15 de Outubro de 2012 Deixe um comentário

Uma pergunta que recebemos com certa frequência, é em relação à interação entre os tipos de padrões a serem escaneados pelo software Padrões Gráficos.

É sabido que este programa faz varreduras em busca de padrões de candlestick, linha de tendência, e P&F.  Entretanto, a maneira como ele faz isso, é a questão.  Você não precisa fazer uma varredura por um padrão de candlestick, e então, a partir dos ativos encontrados, fazer uma nova varredura por linha de tendência, por exemplo.  E, por outro lado, você também não é obrigado a fazer a procura pelos 3 tipos de padrão simultaneamente.

A tela abaixo já deixa bem claro este funcionamento.  Ou seja, você pode procurar por apenas 1 tipo de padrão, por 2 tipos de padrão ou pelos 3 tipos de padrão.  Sendo que esta procura pode trazer resultados apenas se forem encontrados ativos que obedeçam a todos tipos de padrões selecionados simultaneamente, ou que obedeçam a apenas um deles.

E dentro de cada tipo de padrão, você ainda pode selecionar quais figuras te interessam.

Resumindo, a versatilidade é total, permitindo você fazer suas buscas da maneira que desejar.

 

Marcelo Creimer

Nuvens de Ichimoku (Ichimoku Kinko Hyo)

21 de Setembro de 2012 Deixe um comentário

Imagine um único indicador que mostre simultaneamente a direção da tendência, o momentum, as zonas de suporte e resistência, e ainda sinais de entrada/saída. Pois este indicador existe, e não é novo. Esse indicador é o Ichimoku, Nuvem de Ichimoku, ou, originalmente “Ichimoku Kinko Hyo”, que traduzido significa “Um olhar equilibrado do gráfico”. Este indicador foi criado por Goichi Hosoda em 1969, e está disponível no MetaStock.

À primeira vista, a Nuvem de Ichimoku pode parecer complicada quando vista sobre o gráfico, mas na verdade é bastante fácil de ser utilizada. Os conceitos são fáceis de entender e os sinais bem definidos. Seus 5 parâmetros são os seguintes:

  • Período Tenkan-sen: (Maior Máxima + Maior Minima) / 2. Padrão = 9.
  • Período Kijun-sen: (Maior Máxima + Maior Minima) / 2. Padrão = 26.
  • Período Senkou span: Fechamento do último candle plotado 26 períodos antes. Padrão = 52.
  • Período Chikou span: (Tenkan-Sen + Kijun-Sen) / 2. Padrão = 26.
  • Deslocamento horizontal: Número de períodos a deslocar o período Chikou span à esquerda. Padrão = 26.

Em termos gerais podemos dizer que se o preço do ativo estiver acima da nuvem, a tendência é de alta, mas se o preço do ativo estiver abaixo da nuvem, a tendência é de baixa. Há também as médias móveis, chamadas de Tenkan (MME de 26-períodos) e Kijun (MME de 9-períodos) que funcionam como o MACD, ou seja, o cruzamento da Kijun com a Tenkan para cima é um sinal de tendência de compra, e vice versa. Desse modo temos sinais de C/V iguais ao MACD (lembrando que aqui as médias são exponenciais).

Quanto à força do sinal, se este cruzamento (de compra) ocorrer acima da nuvem (kumo – área pontilhada), o sinal é forte. Dentro da nuvem, é normal, e abaixo dela é considerado fraco. Já a força da tendência, no caso de alta, se o preço estiver acima da Chikou Span, ela é forte. E o oposto também é válido. Se o preço estiver acima da nuvem, a tendência é altista, mas se estiver abaixo, é baixista. Os extremos da nuvem são considerados zonas de suporte e de resistência.

Experimente este indicador e veja os resultados!

Marcelo Creimer

Categorias:Dicas Técnicas, MetaStock Etiquetas:

Back-test no MetaStock

27 de Agosto de 2012 Deixe um comentário

Em linhas gerais, a análise técnica baseia-se no comportamento passado dos preços do ativo para tentar predizer sua condição futura.  Até aí, nenhuma novidade.

Entretanto, o investidor pode ficar confuso diante das centenas de ações existentes na bolsa.  Afinal, se ele gosta de usar determinada estratégia, e esta estratégia está dando sinal de entrada em uma ação, ele pode vir a se perguntar: “Mas será que no passado esta estratégia funcionou bem com esta ação?”.  É válido pensar também se esta estratégia funciona melhor com uma outra ação.  Ou ainda, se você quiser operar com esta específica ação, qual estratégia funciona melhor com ela?  E dentre um conjunto de ações, qual sistema funciona melhor para cada uma?

Para se obter estas respostas, existe o back-test.  E fazer um back-test na mão é uma tarefa praticamente desumana.  Neste ponto entra o MetaStock com a ferramenta “Enhanced System Tester”, que realiza back-tests com diversos parâmetros, usando cenários realistas, retorna diversos relatórios com dezenas de valiosos resultados, e ainda pode otimizar sua estratégia.

O back-test no MetaStock tem tantos recursos, que achei melhor escrever um artigo específico sobre ele.  Como o artigo ficou bastante extenso, fiz um PDF que estou anexando a este post, para vocês fazerem o download.

Back-Test no MetaStock

Boa leitura!

Marcelo Creimer

Categorias:Geral