Arquivo

Archive for the ‘Dicas Técnicas’ Category

DDE com o MetaStock 12 Pro em 7 passos

15 de Janeiro de 2013 Deixe um comentário

De modo resumido, o DDE é um recurso do Windows que permite integrar dados entre aplicações Windows.  Através do DDE muitos investidores costumam alimentar suas planilhas Excel com os dados real-time do MetaStock.  Isso acontece principalmente com quem opera opções, pois estas podem ser tratadas com profundidade, através de planilhas personalizadas.

Portanto, vamos explicar abaixo como alimentar o Excel com dados de opções em real-time.  Para ações, a mecânica é idêntica.

Seu MetaStock Xenith deve estar aberto e 0n-line para que isso funcione.

Passo 1 – Dentro do seu Excel, clique no menu “Thomson Reuters”.  Selecione então uma célula livre na planilha e clique no botão “Insert Function”

DDE_tela1

 

Passo 2 – Na janela que apareceu, digite o ativo de seu interesse e clique no botão “Add”

DDE_tela2

 

Passo 3 – Certifique-se que seu ativo foi corretamente identificado, e clique no botão “Next”

DDE_tela3

 

Passo 4 – Selecione os campos de seu interesse (abertura, máxima, mínima, etc) e clique no botão “Add”.  Para selecionar mais de um campo de uma vez, mantenha a tecla Ctrl pressionada.

DDE_tela4

 

Passo 5 – Certifique-se que todos campos necessários foram selecionados, e clique no botão “Next”

DDE_tela5

 

Passo 6 – Clique no botão “Finish”

DDE_tela6

 

Passo 7 – Pronto!  Os campos selecionados do seu ativo aparecerão na sua planilha.

DDE_tela7

 

 

Marcelo Creimer

Anúncios

Nuvens de Ichimoku (Ichimoku Kinko Hyo)

21 de Setembro de 2012 Deixe um comentário

Imagine um único indicador que mostre simultaneamente a direção da tendência, o momentum, as zonas de suporte e resistência, e ainda sinais de entrada/saída. Pois este indicador existe, e não é novo. Esse indicador é o Ichimoku, Nuvem de Ichimoku, ou, originalmente “Ichimoku Kinko Hyo”, que traduzido significa “Um olhar equilibrado do gráfico”. Este indicador foi criado por Goichi Hosoda em 1969, e está disponível no MetaStock.

À primeira vista, a Nuvem de Ichimoku pode parecer complicada quando vista sobre o gráfico, mas na verdade é bastante fácil de ser utilizada. Os conceitos são fáceis de entender e os sinais bem definidos. Seus 5 parâmetros são os seguintes:

  • Período Tenkan-sen: (Maior Máxima + Maior Minima) / 2. Padrão = 9.
  • Período Kijun-sen: (Maior Máxima + Maior Minima) / 2. Padrão = 26.
  • Período Senkou span: Fechamento do último candle plotado 26 períodos antes. Padrão = 52.
  • Período Chikou span: (Tenkan-Sen + Kijun-Sen) / 2. Padrão = 26.
  • Deslocamento horizontal: Número de períodos a deslocar o período Chikou span à esquerda. Padrão = 26.

Em termos gerais podemos dizer que se o preço do ativo estiver acima da nuvem, a tendência é de alta, mas se o preço do ativo estiver abaixo da nuvem, a tendência é de baixa. Há também as médias móveis, chamadas de Tenkan (MME de 26-períodos) e Kijun (MME de 9-períodos) que funcionam como o MACD, ou seja, o cruzamento da Kijun com a Tenkan para cima é um sinal de tendência de compra, e vice versa. Desse modo temos sinais de C/V iguais ao MACD (lembrando que aqui as médias são exponenciais).

Quanto à força do sinal, se este cruzamento (de compra) ocorrer acima da nuvem (kumo – área pontilhada), o sinal é forte. Dentro da nuvem, é normal, e abaixo dela é considerado fraco. Já a força da tendência, no caso de alta, se o preço estiver acima da Chikou Span, ela é forte. E o oposto também é válido. Se o preço estiver acima da nuvem, a tendência é altista, mas se estiver abaixo, é baixista. Os extremos da nuvem são considerados zonas de suporte e de resistência.

Experimente este indicador e veja os resultados!

Marcelo Creimer

Categorias:Dicas Técnicas, MetaStock Etiquetas:

System Tester – Otimização

20 de Março de 2012 Deixe um comentário

Para testar um sistema e/ou fazer um back-test através do System Tester, você pode usar o recurso de otimização.  Otimizar um sistema significa realizar diversos testes variando um ou mais parâmetros dentro da sua estratégia.  Esta otimização, que pode gerar centenas (ou milhares) de combinações, seria exaustiva de se fazer manualmente; mas o MetaStock faz isso por você.

Para tanto, você deve selecionar um sistema que tenha no fim de seu nome “w/Optimization”, que são sistemas já concebidos para aceitar otimização.  Selecionado este sistema, você poderá informar a faixa de variação de valores, ou seja, valor mínimo, máximo e incremento.  Ao final do processamento, o System Tester irá te fornecer os parâmetros que trazem melhor resultado na sua estratégia.  Cada sistema pode ter até 10 váriaveis diferentes a serem otimizadas.

Usuários avançados podem usar sistemas que não tenham o “w/Optimization” no nome, e criar sua própria otimização.  Ou ainda, pode-se criar um sistema inteiro, a partir do zero, com otimização.

No exemplo abaixo usamos o MACD e variamos sua média móvel de 4 a 30 períodos, testando de 2 em 2.

Como criar um Composite

8 de Fevereiro de 2012 Deixe um comentário

Alguns investidores gostam de indexar um ativo ao outro para obter uma relação que lhe dê uma melhor visão da real lucrativadade do primeiro ativo.  O caso mais típico é indexar o gráfico do Ibovespa ao dólar.  Isto é uma Composite, e ela pode ser criada facilmente no MetaStock.

O modo mais fácil de se obter isto no MetaStock, é através do Downloader.  Siga os passos abaixo para criar um Composite indexando o Ibovespa ao dólar:

  1. Abra o Downloader
  2. No menu File selecione New / Composite
  3. Em “Folder” selecione a pasta onde estão seus ativos
  4. Dê um nome para o seu novo ativo (Ex.: “Bovespa Index Dolar”)
  5. Clique no botão “Primary” e selecione o Ibovespa
  6. Clique no botão “Secondary” e selecione o dólar
  7. Em “Operation” selecione “Divide”
  8. Em “Units” mantenha “Decimal”
  9. Clique em “Create”
  10. Pronto!  Agora basta usar este novo ativo no MetaStock

Candlevolume = Candle + Volume

24 de Janeiro de 2012 Deixe um comentário

Você já quis saber rapidamente o volume referente a cada candle do seu gráfico?  De maneira a tentar estabelecer uma relação do tipo “sobe com volume” ou “cai com baixo volume”?  A maneira mais prática de se fazer isso é usando o tipo de gráfico “Candlevolume”.

A diferença em relação ao Candlestick original é que o candlestick é tão largo quanto maior seu volume em relação aos outros candles do gráfico.  Por exemplo, um candle que teve volume de 500 é metade da largura do candle de volume 1.000.

Para mudar o tipo de gráfico que você está usando, dê um duplo-clique na linha do gráfico, e, na janela que abrir, selecione o Candlevolume.  Você vai perceber também que Candlevolume é apenas 1 dos 9 tipos de gráfico disponibilizados pelo MetaStock.  Além dos tradicionais barra, linha e candlestick, há outros padrões, que abordaremos em outra oportunidade.

Veja na figura abaixo um exemplo do Candlevolume

Fórmula – Média semanal pelo gráfico diário

23 de Dezembro de 2011 Deixe um comentário

Para se calcular uma média com os dados de somente um dia da semana, faça o seguinte:

1º Vá em “Tools > Indicator Builder >New”

2º De um nome para sua média no campo “Name” e insira a fórmula abaixo no campo “Formula”

periodos:=Input(“Periodos”,1,300,10);

Mov(If(DayOfWeek( )=X,C,Peak(1,If(DayOfWeek( )=X,C,0),1)),periodos,E)

Na fórmula acima, substitua os dois “X” por:

  • 1 = Segunda-feira
  • 2 = Terça-feira
  • 3 = Quarta-feira
  • 4 = Quinta-feira
  • 5 = Sexta-feira
  • 6 = Sábado
  • 7 = Domingo

Obs: Sábado e domingo são usados somente em ativos específicos

Depois dê OK para salvar a fórmula e feche o “Indicator Builder”

3º Depois do gráfico aberto, (se houver mais de um gráfico, selecione aquele que deseja inserir a média) vá em “Insert > Indicators”, selecione o indicador com o nome que você criou, selecione ao lado “Inner window #1” (para que a média fique na mesma janela que os candles), dê “OK”,  insira a quantidade de períodos, e já poderá visualizar a média no gráfico.

Atualizando os dados de fim-de-dia do MetaStock EOD

23 de Dezembro de 2011 Deixe um comentário

O MetaStock versão End-of-day, como o próprio nome sugere, é atualizado no final de cada pregão através do BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÕES (popularmente conhecido como BDI). O BDI é emitido pela BM&F BOVESPA, e nele constam diversas informações sobre a sessão de negociação na Bolsa referente a todos ativos, incluindo preço máximo, mínimo, volume, abertura, fechamento, etc.

Download dos BDIs
Antes de mais nada, crie DUAS pastas, uma chamada “BOVESPA” e outra chamada “BDI” (ambas dentro de “C:\MetaStock Data”). A primeira é onde o MetaStock irá buscar informações dos ativos e a segunda é para guardar os BDI ainda não convertidos pelo “The Downloader” (vou explicar com calma mais adiante).
O BDI, como o próprio nome já diz, é um arquivo DIÁRIO, portanto não possui informações do passado. É necessário obter um arquivo com uma base de dados rica em dados histórico dos ativos, portanto o 2º passo é baixar essa base de dados. É possível baixar esses dados em: www.leandrostormer.com.br

Depois de baixar o arquivos, extraia-os dentro de “C:\MetaStock Data\BOVESPA”. Agora nos resta terminar de atualizar os dados até a data atual.
Ex: Se baixei um banco de dados atualizado até o dia 17/08/2010 e hoje é 23/08/2010 (pós pregão), então tenho que fazer download dos seguintes BDIs: 18/08/2010 (Quarta-feira), 19/08/2010 (Quinta-feira), 20/08/2010 (Sexta-feira) e 23/08/2010 (Segunda-feira)

Os BDIs restantes podem ser encontrados “semi-convertidos” no site www.leandrostormer.com.br

Não sugeri o link da BM&F BOVESPA porque o arquivo oferecido por eles não é NADA compatível com o MetaStock. Outros investidores tiveram esse mesmo problema há muito tempo atrás, e assim surgiram “conversores de BDI”. Dessa forma, os BDIs passaram a ser disponibilizados em diversos sites já “semi-convertidos”, mas ainda resta uma segunda conversão (realizada pelo “The Downloader”).

Do BDI para o MetaStock
Como vou utilizar o BDI do Surfer, pedi autorização a ele para divulgar as informações do site aqui no tutorial. A versão original da atualização do MetaStock pode ser encontrada em: http://www.leandrostormer.com.br

1º Passo:
Efetue o download dos BDIs faltantes e descompacte-os na pasta “C:\MetaStock Data\BDI”. Basta clicar nos dias que você precisa atualizar no calendário.

2º Passo:
Abra o “The Downloader” (cujo atalho encontra-se na sua área de trabalho) ou então através do icone no próprio MetaStock:

3º Passo:
Com o “The Downloader” aberto, escolha o menu” Tools > Convert”.

4º Passo:
Na janela Convert Securities, escolha:
File type: ASCII Text
Folder: C:\MetaStock Data\BDI (o diretório onde você extraiu a atualização)
File: snb_ms100827 (o arquivo da atualização diária)
File type: Metastock
Folder: C:\MetaStock Data\BOVESPA (O diretório onde se encontra sua base)

5º Passo:
Em seguida, clique no botão Options e certifique-se de que na Aba Destination a opção “Create new files” esteja marcada

6º Passo:
Então é só dar OK e aguardar a conversão terminar.